CONTATO

Você sabe como se portar ao visitar um bebê recém-nascido? Parece bobagem, mas algumas atitudes podem ser bastante prejudiciais ao pequeno que acabou de nascer. Vamos à cartilha de boas maneiras?

1. Nunca, em hipótese alguma, beije o rostinho do bebê. A maioria das doenças virais possuem um período de incubação que pode durar poucos dias até semanas, o que significa que você pode estar se sentindo ótimo, mas incubando um vírus cujas manifestações clínicas irão aparecer dias mais tarde. Um exemplo é o herpes, que pode ser transmitido pelo beijo mesmo que você não esteja em período de “crise”, e cuja infecção pode ser gravíssima em recém-nascidos,

2. Não faça carinho na pele do bebê. Sabia que as nossas mãos são uma importante fonte de infecção dentro dos hospitais? Encostar no bebê, principalmente nas mãozinhas (que eles levam à boca com frequência) pode transmitir bactérias e outros agentes infecciosos. Se encostar, certifique-se de ter lavado bem e aplicado álcool gel,

3. Não visite se você estiver doente. Mesmo doenças simples, como um resfriado, podem ser perigosas para um bebê com a imunidade em pleno amadurecimento,

4. Só pegue no colo se a mãe oferecer. Não peça. As roupas vindas da rua também podem carrear agentes infecciosos.

E pra relaxar, depois de tantas proibições 🙈🙈, é mais do que permitido beijar, abraçar e dar muito amor para a mais nova mamãe, que com certeza vai precisar de muita atenção e carinho!

Gostaram? Ficaram com dúvidas?

Espero ter ajudado!

Um beijo 
#PequenaPele #dicaPP #dermatologiapediatrica #dermatopediatria #dermatopediatra #pediatria #apeledobebe #cuidadoscomorecemnascido #recemnascido #peledorecemnascido #cuidadosnainfancia #maternidade #maternidadereal
Você sabe como se portar ao visitar um bebê recém-nascido? Parece bobagem, mas algumas atitudes podem ser bastante prejudiciais ao pequeno que acabou de nascer. Vamos à cartilha de boas maneiras? 1. Nunca, em hipótese alguma, beije o rostinho do bebê. A maioria das doenças virais possuem um período de incubação que pode durar poucos dias até semanas, o que significa que você pode estar se sentindo ótimo, mas incubando um vírus cujas manifestações clínicas irão aparecer dias mais tarde. Um exemplo é o herpes, que pode ser transmitido pelo beijo mesmo que você não esteja em período de “crise”, e cuja infecção pode ser gravíssima em recém-nascidos, 2. Não faça carinho na pele do bebê. Sabia que as nossas mãos são uma importante fonte de infecção dentro dos hospitais? Encostar no bebê, principalmente nas mãozinhas (que eles levam à boca com frequência) pode transmitir bactérias e outros agentes infecciosos. Se encostar, certifique-se de ter lavado bem e aplicado álcool gel, 3. Não visite se você estiver doente. Mesmo doenças simples, como um resfriado, podem ser perigosas para um bebê com a imunidade em pleno amadurecimento, 4. Só pegue no colo se a mãe oferecer. Não peça. As roupas vindas da rua também podem carrear agentes infecciosos. E pra relaxar, depois de tantas proibições 🙈🙈, é mais do que permitido beijar, abraçar e dar muito amor para a mais nova mamãe, que com certeza vai precisar de muita atenção e carinho! Gostaram? Ficaram com dúvidas? Espero ter ajudado! Um beijo #PequenaPele #dicaPP #dermatologiapediatrica #dermatopediatria #dermatopediatra #pediatria #apeledobebe #cuidadoscomorecemnascido #recemnascido #peledorecemnascido #cuidadosnainfancia #maternidade #maternidadereal